Entre ou cadastre-se para ter acesso à Bíblia completa, ferramentas de estudos e buscas

  Página principal




Consideração Importante

Por Geniais , em 29/12/2018, 10:54h

MANÁ DA SEGUNDA
www.cbmc.org.br
www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL
28 de maio de 2018
Vinte anos servindo às comunidades empresarial e profissional
Consideração Importante
Por Robert J. Tamasy


Por que você está aqui? Você já se fez esta pergunta? Esta é uma questão fundamental com a qual muitas pessoas lutam em algum momento. Para algumas, ela encerra a pergunta fundamental da vida. Contudo, ainda que você não tenha a intenção de ser profundamente filosófico, pode ser bastante útil considerá-la. Muitos homens de negócios usam declarações de missão como guia, expressando não apenas o que fazem, mas também o modo como o fazem. De maneira similar, separar um tempo para articular o propósito de alguém — ou sua missão — pode ser útil para assegurar que seu tempo, sua energia e talentos estejam sendo investidos do melhor modo possível.

Steve, um amigo diligente que construiu uma carreira de sucesso como empresário, gastou um tempo considerável buscando encontrar a resposta para a pergunta “Por que estou aqui?” em relação à sua vida, tanto pessoal quanto profissional. Além de uma exaustiva declaração de propósito, Steve expressou seus valores mais fundamentais, sua visão para a vida e seu objetivo principal. Isso ele define assim: “Eu quero conhecer a Deus e fazer com que Ele seja conhecido.” Ele dedicou grande parte de sua vida – no trabalho, em sua casa e envolvido em ministérios como o CBMC – buscando atingir seu objetivo.

Há alguns anos participei de um encontro no qual o orador sugeriu que se escrevesse uma declaração pessoal de propósito ou missão, do tipo “Para onde estou indo, como vou chegar lá e como vou saber que cheguei ao destino?”. Para muitos de nós no recinto, aquele era um conceito revolucionário. Como eu poderia colocar por escrito a minha percepção sobre o propósito da minha vida? Será que minha vida tinha mesmo um propósito específico?

Não fui tão ambicioso e detalhista como meu amigo Steve, mas aconteceu que eu li uma paráfrase de Filipenses 3:10, que diz: “[Pois meu propósito determinado é] que eu possa conhecê-Lo (Jesus Cristo) – que eu possa progressivamente tornar-me mais profundamente e proximamente íntimo dEle, percebendo, reconhecendo e compreendendo [as maravilhas de Sua Pessoa] mais fortemente e mais claramente.” (Versão Amplificada). Assim que li soube que o texto comunicava mais efetivamente do que qualquer outra coisa que eu pudesse escrever, aquilo que eu acreditava que minha vida deveria ser.

Alguns anos antes disso eu tinha adotado outra passagem, Provérbios 3:5-6, como os versículos da minha vida: “Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e Ele endireitará as suas veredas.” Mais tarde, me deparei com Salmos 45:1, que para mim soava como um versículo muito bom para a minha carreira: “Com o coração vibrando de boas palavras recito os meus versos em honra ao rei; seja a minha língua como a pena de um hábil escritor.” Juntas, essas passagens expressam para mim o foco que desejei dar à minha vida, além do meu senso de missão usando os dons, habilidades e experiências que Deus tem me dado.

O escritor e filósofo Henry David Thoreau escreveu: “A maioria dos homens vive uma existência de tranquilo desespero.” Tantos anos depois essa observação ainda parece se adequar. Talvez seja porque a maioria das pessoas não tenha separado um tempo — apertado o “botão de pausa” de sua vida por um momento — para considerar qual é o seu principal propósito, sua missão, algo maior do que simplesmente ganhar o sustento, construir empreendimentos ou buscar “se divertir” através de uma variedade de distrações. Você está entre elas?

Gosto da admoestação de Salmos 90:12: “Ensina-nos a contar os nossos dias para que o nosso coração alcance sabedoria.” Aprendermos a “contar nossos dias” nos ajudará a usá-los de forma intencional para o bem.

0

Comentários

Nenhum comentário