Entre ou cadastre-se para ter acesso à Bíblia completa, ferramentas de estudos e buscas

  Página principal




Liderando Com Liberdade e Responsabilidade

Por Geniais , em 22/12/2018, 09:45h

MANÁ DA SEGUNDA
www.cbmc.org.br
www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL
26 de março de 2018
Vinte anos servindo às comunidades empresarial e profissional
Liderando Com Liberdade e Responsabilidade
Por Robert J. Tamasy

Há diferentes tipos de colaboradores. Alguns precisam de estreita supervisão; outros não. Alguns precisam de instruções específicas sobre como proceder; outros se satisfazem em receber diretrizes gerais sobre o que é esperado e seu escopo, para determinarem como proceder a partir daí.

O desafio para o líder efetivo é compreender o que cada colaborador precisa para um desempenho mais produtivo, prover o que é necessário e entender como deve supervisionar seu trabalho. O presidente Theodore Roosevelt declarou: “O melhor executivo é aquele que tem bom senso para escolher boa equipe para fazer o que precisa ser feito e autodomínio para não interferir enquanto fazem isso.”

Há também diferentes tipos de líderes. Uns preferem arregaçar as mangas e se envolver diretamente. Outros gostam de exercer estreita supervisão. Outros ainda delegam atribuições e confiam na equipe para fazer o trabalho, checando apenas se têm dúvidas ou necessitam de instruções.

Meu estilo sempre se inclinou para um mínimo de estrutura e liberdade para determinar a melhor forma de abordar meu trabalho. Tive supervisores que demonstraram confiança, dando atribuições e deixando que as fizesse do meu modo. Outros escolheram supervisionar de perto o que eu fazia. Alguns chegaram a administrar meticulosamente meu trabalho, o que eu achava irritante, até desconcertante. Mas havia pessoas que precisavam dessa gestão próxima. Não se pode liderar todos exatamente da mesma maneira.

Como disse Roosevelt, bom líder compreende como escolher a pessoa certa e discernir quanta direção ela precisa, sem que precise interferir. As Escrituras abordam a importância desse equilíbrio:

Conheça quem você lidera. Líderes sabem o que desejam realizar. Também devem se esforçar para conhecer e compreender aqueles que vão realizar esses objetivos. “Esforce-se para saber bem como suas ovelhas estão, dê cuidadosa atenção aos seus rebanhos... os cordeiros lhe fornecerão roupa, e os bodes lhe renderão o preço de um campo. Haverá fartura de leite de cabra para alimentar você e sua família” (Provérbios 27:23-27).

Demonstre preocupação e interesse por aqueles que você lidera. Jesus usou a metáfora de pastor para explicar Seu compromisso com Seus seguidores. Bons líderes devem ser sábios e observar Seu exemplo. “Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas. O assalariado não é o pastor a quem as ovelhas pertencem. Assim, quando vê que o lobo vem, abandona as ovelhas e foge. Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas e elas me conhecem, assim como o Pai Me conhece e Eu conheço o Pai; e dou a Minha vida pelas ovelhas” (João 10:11-15).

Reconheça que cada um que você lidera é único. Todos numa equipe possuem dons, talentos e experiências diferentes. Reconhecer a contribuição única de cada um, capacita o líder a atribuir responsabilidade e autoridade compatíveis com o que ele tem a oferecer. “Ora, assim como o corpo é uma unidade, embora tenha muitos membros, e todos os membros, mesmo sendo muitos, formam um só corpo, assim também com respeito a Cristo. Se o pé disser: Porque não sou mão, não pertenço ao corpo, nem por isso deixa de fazer parte do corpo. E se o ouvido disser: Porque não sou olho, não pertenço ao corpo, nem por isso deixa de fazer parte do corpo” (1Coríntios 12:16).

0

Comentários

Nenhum comentário