Entre ou cadastre-se para ter acesso à Bíblia completa, ferramentas de estudos e buscas

  Página principal




Não Tentar - Caminho Para Fracasso

Por Geniais , em 22/12/2018, 09:55h

MANÁ DA SEGUNDA
www.cbmc.org.br
www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL
16 de abril de 2018
Vinte anos servindo às comunidades empresarial e profissional
Não Tentar - Caminho Para Fracasso
Por Robert J. Tamasy

Alguma vez você já optou por não tentar alguma coisa com medo de fracassar? Talvez tenha sido não assumir maiores responsabilidades no trabalho, tentar uma mudança de carreira ou mesmo iniciar um programa ambicioso de aperfeiçoamento profissional. Eu tenho que admitir que fui culpado disso diversas vezes. É irônico, porque se decidimos não tentar fazer algo, há 100% de certeza de que não o realizaremos.

Não muito tempo atrás me deparei com uma citação de fonte desconhecida que afirmava: “Toda realização começa com a decisão de tentar.” Parece sem pé nem cabeça, porque isso é senso comum. Porém, quando confrontamos um desafio e decidimos que ele não vale o esforço – ou o risco de fracasso – de tentarmos, estamos afirmando que esse “senso”, afinal de contas, não é tão comum assim.

A maioria de nós está familiarizada com o clássico caso de Thomaz Edison, inventor da lâmpada incandescente, que teve que fazer centenas de tentativas antes de finalmente ser bem-sucedido e produzir uma lâmpada elétrica como ele tinha imaginado. Explorando as páginas da história podemos encontrar inúmeros outros exemplos. O meu intento aqui, porém, não é celebrar o sucesso daqueles que tentaram e persistiram. Ao contrário, é lamentar aqueles que conceberam grandes ideias, mas fracassaram porque não estavam dispostos a tentar.

O filósofo chinês chamado Mencius muitos séculos atrás expressou isso em outros termos: “O intervalo entre o entusiasmo e a indiferença é preenchido com fracassos.”

Mike, meu amigo, me vem à mente. Anos atrás ele escolheu deixar um trabalho seguro e bem remunerado para iniciar do zero uma companhia de consultoria em software. Seu “escritório” era no porão de sua casa; sua escrivaninha, uma porta apoiada sobre dois arquivos. Ele sabia que era arriscado, tendo uma pequena família, deixar a certeza da estabilidade de um contracheque, além de benefícios corporativos tais como seguro saúde.

Quando as contas começaram a se acumular e ele teve que ser rapidamente hospitalizado com uma doença séria, Mike sentiu-se tentado a desistir do seu sonho. “Onde é que eu estava com a cabeça?”, ele perguntou a si mesmo mais de uma vez. Porém, ele decidiu que continuaria a perseguir sua visão e encontrou o tão necessário cliente bem em cima da hora. Com o tempo, ele e uma pequena equipe desenvolveram o negócio e o transformaram em uma empresa internacional de sucesso. Mike experimentou a realização de concretizar sua visão empresarial; sua fé também cresceu enormemente ao longo do processo.

Se temos uma visão – ou o sonho de toda uma vida – mas nossa decisão de persegui-la é vacilante, o que devemos fazer? As Escrituras nos oferecem algumas percepções:

Coloque sua fé no lugar correto. Mesmo as pessoas mais talentosas e experientes passam por momentos em que sua determinação é testada pela adversidade. Entretanto, se cremos que Deus está nos levando a dar um passo de fé, não dar esse passo é um ato de desobediência. “Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e Ele endireitará as suas veredas.” (Provérbios 3:5-6).

Faça de Deus – e Sua vontade – a sua prioridade. Antes de tomar qualquer decisão importante primeiramente apresente o assunto a Deus em oração, buscando sinceramente Sua sabedoria e direção. Uma vez estando confiantes de como Ele está nos direcionando, podemos ter a certeza de que Ele estará conosco naquilo que tentamos fazer. “Deleite-se no Senhor, e Ele atenderá aos desejos do seu coração. Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nEle, e Ele agirá.” (Salmos 37:4-5).

0

Comentários

Nenhum comentário