Entre ou cadastre-se para ter acesso à Bíblia completa, ferramentas de estudos e buscas

  Página principal




A Marca da Besta

Por Armando Munhoz de Barros, em 13/03/2018, 20:11h

Você aceitará a marca da besta? Sem ele, você não poderá comprar ou vender. Com isso, você sofrerá as pragas do Apocalipse. O que você deve fazer?
Houve muita especulação sobre a marca da besta mencionada no Apocalipse. O que você precisa saber sobre essa marca misteriosa?
Parece que nenhum assunto intrigou e desconcertou as pessoas mais do que essa marca misteriosa mencionada no livro de Apocalipse. Muitos livros foram escritos e muitos sermões foram pregados sobre esse assunto. Estudantes e teólogos ofereceram muitas idéias diferentes sobre isso. Alguns sugerem que é um microchip implantado em sua testa ou uma marca invisível. Alguns pensam que poderia ser um cartão de crédito ou débito.
Mas o que a Bíblia revela sobre essa marca desconcertante?
A passagem chave diz: "Ele faz com que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, recebam uma marca na mão direita ou na fronte, e que ninguém possa comprar ou vender, exceto aquele que tenha a marca ou o nome da besta, ou o número de seu nome" (Apocalipse 13: 16-17).
Se não tiver esse sinal de identificação, ele ou ela não poderá fazer negócios legalmente. Essa pessoa terá dificuldade em ganhar a vida, para realizar um emprego ou para administrar um negócio.
Qual é a besta do Apocalipse?
João, o único que Deus escolheu para escrever o livro do Apocalipse, teve uma visão do futuro. Aqui está o que ele escreveu sobre esta besta: "Então eu fiquei na areia do mar. E vi uma besta erguendo-se do mar, tendo sete cabeças e dez chifres, e em seus chifres dez coroas, e em suas cabeças um nome blasfemo. Agora, o animal que eu vi era como um leopardo, seus pés eram como os pés de um urso, e sua boca como a boca de um leão. O dragão deu-lhe o poder, o trono e grande autoridade" (Apocalipse 13: 1).
Para entender o que é essa besta no livro do Apocalipse, precisamos começar em Daniel 7:1-8, onde encontramos as imagens de quatro animais, representando os quatro grandes impérios históricos. Estes eram um leão (Babilônia), um urso (Pérsia), um leopardo (Grécia) e um quarto animal (Roma).
É esta quarta besta descrita por Daniel e registrada por João que teria "dez chifres" e receberá uma "ferida mortal" antes de voltar a aparecer antes do final desta era (Daniel 7:7-8, Apocalipse 13: 3). Este império é a "besta" do livro do Apocalipse. Devemos notar que o líder humano deste Império revivido também é referido como "a besta" (Apocalipse 19:20). A marca da besta é a marca ou sinal de identificação desse império.
O livro de Apocalipse explica que o dragão dá à besta seu poder e autoridade. Este dragão é Satanás o diabo (Apocalipse 12: 9, Apocalipse 20: 2). Satanás usa a besta para governar e enganar o mundo.
Uma segunda besta
Vamos agora chamar nossa atenção para a palavra "ele" em Apocalipse 13:16 . A passagem diz: "Ele faz com que todos ... recebam uma marca." Quem é "ele"? O versículo 11 diz: "Então vi outra besta vindo da terra, e ele tinha dois chifres como um cordeiro e falava como um dragão".
Essas características indicam um falso líder religioso que "faz com que a terra e aqueles que habitam nela adorem a primeira besta" (versículo 12). Esta segunda besta é chamada de "falso profeta" (Apocalipse 19:20). Esta marca ou sinal representa um ressurgimento final do Império Romano no momento do fim. O líder religioso que apóia a besta "faz" as pessoas aceitarem.
A marca representa desobediência a Deus
A marca da besta separará as pessoas em dois grupos. Um grupo aceitará a marca e o outro grupo que a rejeitará.
O apóstolo João escreve: "Então um terceiro anjo os seguiu, dizendo com grande voz: Se alguém adora a besta e a sua imagem, e recebe a sua marca na sua testa ou na mão, ele também beberá do vinho de a ira de Deus, que é derramada com toda força no copo de Sua indignação. Ele será atormentado com fogo e enxofre na presença dos santos anjos e na presença do Cordeiro" (Apocalipse 14: 9-10).
Isso mostra que o grande sofrimento virá sobre aqueles que recebem essa marca da besta.
No versículo 12, vemos o grupo de pessoas que não recebem essa marca. "Aqui está a paciência dos santos; Aqui estão aqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus". Isso fala dos santos de Deus. Ao instruir os antigos israelitas como observar os Dias dos Pães ázimos, Deus disse que este ato de obediência à Sua lei "seria como sinal para você na sua mão" (Êxodo 13: 9).
A marca da besta representa, portanto, a desobediência aos mandamentos de Deus e a rejeição da fé de Jesus. O livro de Apocalipse diz que aqueles que receberem a marca estarão sujeitos às sete últimas pragas, enquanto os santos obedientes são descritos como tendo alcançado "vitória sobre a besta" (Apocalipse 15: 2). Essas pessoas fiéis receberão a vida eterna e reinarão com Cristo em sua segunda vinda (Apocalipse 20: 4).
Qual é a marca da besta?
Como já vimos, este sinal específico determina quem pode negociar oficialmente. Aquele que tenha esse sinal de identificação poderá "comprar e vender". A Bíblia explica claramente as repercussões financeiras que virão com base em se a marca é ou não.
Nós também observamos que existe um mandamento de Deus que muitas vezes está intimamente ligado à capacidade de fazer negócios e que identifica o povo de Deus. Dos 10 mandamentos de Deus, o quarto mandamento é o mais provável de afetar a capacidade de trabalhar, ganhar a vida e fazer negócios. O comando diz: "Lembre-se do dia do sábado, para mantê-lo santo. Seis dias você deve trabalhar e fazer toda a sua obra, mas o sétimo dia é o sábado do Senhor seu Deus" (Êxodo 20: 8-10).
A maioria das pessoas pensa que não faz diferença em que dia se observa, mas faz a Deus. Nesta era, leva a "fé de Jesus" para evitar trabalhar no sábado e mantê-lo sagrado.
O que é uma marca na Bíblia?
A palavra grega charagma em Apocalipse 14: 9 significa "um arranhão ou gravura, isto é, carimbo (como um emblema de servidão)". Uma marca é, portanto, uma marca ou sinal de identificação.
O sábado é chamado de "sinal" entre Deus e Seu povo na Bíblia (Êxodo 31:13, 17 ; Ezequiel 20:12). Identifica o povo de Deus como sendo santificado ou separado por Deus. Jesus disse: "O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado. Portanto, o Filho do Homem também é Senhor do sábado" (Marcos 2: 27-28). Hoje, o sábado é um mandamento e um sinal de identificação do povo de Deus.
Outra ocasião de marcar ou identificar pessoas é encontrada no livro de Ezequiel, onde Deus diz ao profeta: "Atravesse o meio da cidade, no meio de Jerusalém, e coloque uma marca na fronte dos homens que suspiram e choram todas as abominações que são feitas dentro dela" (Ezequiel 9: 4). Esta marca identificou aqueles que obedeciam a Deus e lamentavam os pecados da cidade.
A localização da marca
O relato em Apocalipse diz que aqueles que receberem a marca da besta a receberão "à sua direita ou na sua fronte" (Apocalipse 13:16). Muitas pessoas pensam que será algum tipo de marca física na pele, e isso certamente pode ser. No entanto, porque o livro de Apocalipse emprega muitos símbolos, também devemos considerar a possibilidade de que essas referências à "mão direita" e à "testa" sejam simbólicas. Em caso afirmativo, o que elas significam?
A mão direita pode representar nossas ações, obras e mão-de-obra. A testa pode simbolizar as crenças internas, o intelecto e o que está na mente. A marca da besta está assim relacionada com o que acreditamos em nossa mente e o que fazemos com nossas mãos. Compare isso com Deuteronômio 6: 8, onde Deus ordenou ao antigo Israel que vinculassem os mandamentos "Também as atarás por sinal na tua mão e te serão por frontais entre os teus olhos ".
A conexão entre nossos pensamentos e nossas ações é uma boa explicação da fé. Na Bíblia, a verdadeira "fé de Jesus" tem duas partes, a crença e a atuação na fé nessas crenças.
Nossa decisão
A Bíblia diz que a marca da besta será forçada em um mundo desavisado antes do retorno de Jesus Cristo. Este mundo não perceberá que está seguindo os ensinamentos de um sistema religioso falso. Deus dá aos que lêem a Bíblia e acreditam nas Escrituras uma escolha clara. Que possamos segurar e praticar a fé de Jesus e guardar os mandamentos de Deus ! Esta é a escolha que devemos fazer para evitar a marca da besta e para receber a vida eterna na família de Deus.

0

Comentários

Nenhum comentário