Entre ou cadastre-se para ter acesso à Bíblia completa, ferramentas de estudos e buscas

  Página principal




Por que eu deveria me preocupar com a Bíblia?

Por Francisco Barbosa Ribeiro, em 21/02/2018, 16:10h

Como a Bíblia é diferente de qualquer outro livro? Olhe para a evidência...
"O Novo Testamento é o melhor livro que o mundo já conheceu e jamais saberá". Charles Dickens
A BÍBLIA AFIRMA SER A PALAVRA DE DEUS
Muitas das palavras e mensagens incluídas na Bíblia são ditas por Deus. De fato, em II Timóteo 3: 16-17, o apóstolo Paulo apresenta uma reivindicação fantástica feita por nenhuma outra escrita, antiga ou moderna:
"Toda a Escritura é inspirada por Deus e é útil para ensinar, repreender, corrigir e treinar em justiça, para que o homem de Deus seja bem equipado para toda boa obra".
"A Bíblia é o maior benefício que a raça humana já experimentou".Immanual Kant
Em II Pedro 1: 2 o processo é explicado. Pedro escreve: "A profecia nunca teve sua origem na vontade do homem, mas os homens falaram de Deus enquanto eram carregados pelo Espírito Santo". Em outras palavras, Deus guiou os escritores enquanto escreveram para que suas palavras fossem Suas palavras. Os escritores não eram processadores de palavras espirituais. Deus trabalhou através de cada um, usando a personalidade e o vocabulário dessa pessoa enquanto criava um documento infalível.
Jesus também fez algumas declarações fortes sobre sua Bíblia (Antigo Testamento). Mateus 5:18 diz: "Eu lhe digo a verdade, até que o céu e a terra desapareçam, não a letra mais pequena, nem o menor golpe de uma caneta, desaparecerá de qualquer maneira da Lei até que tudo seja cumprido". "A Escritura não pode ser quebrada" (João 10:35).
A BÍBLIA É UM LIVRO DE DEUS
Além de Jesus, Pedro e Paulo, outros escritores da Bíblia afirmam estar escrevendo as próprias palavras de Deus. É claro que essas afirmações não estabelecem o fato. Mas eles exigem que investiguemos mais. E há outras evidências.
Ao ler a Bíblia, você tem a sensação de que é mais do que um livro feito por seres humanos. Parece simplesmente diferente. Aqui está o porquê:
1. Sua Unidade. A Bíblia é composta por sessenta e seis livros e foi escrita durante um período superior a 1.500 anos por mais de quarenta autores diferentes. Todos escreveram de forma independente, e a maioria deles sabia pouco ou nada sobre os outros escritos. Eles incluem fazendeiros, estadistas, poetas, estudiosos, reis, médicos e pescadores, pessoas de todas as formas de vida imagináveis. Apesar desses fatores, a Bíblia é um livro unificado com um tema e propósito; É a história de Jesus Cristo.
O Antigo Testamento prevê os registros do Novo Testamento. Mesmo com nossa tecnologia moderna, bibliotecas e recursos maciços, nenhum trabalho chegou nem perto!
2. Sua Preservação. A Bíblia é na verdade um grupo de livros, muitos dos quais foram escritos há mais de 3.000 anos. O fato de que a Bíblia sobreviveu e que temos uma cópia precisa é incrível, porque naqueles dias os livros foram copiados à mão sobre materiais que não eram facilmente preservados. No entanto, há mais evidências para a autenticidade dos livros da Bíblia do que para qualquer outra literatura antiga. E há mais cópias de manuscritos bíblicos iniciais do que qualquer outra fonte histórica. Nos círculos acadêmicos, não há debate com a autoria e conteúdo de Aristóteles, Platão, Homero ou Sócrates. No entanto, há menos de 1% de evidências históricas para todos esses trabalhos combinados em comparação com a Bíblia! E o manuscrito datado mais próximo para qualquer um deles tem mais de 400 anos. A Bíblia tem manuscritos com menos de cem anos.
3. Seu Conteúdo. A mensagem da Bíblia é atemporal e oportuna.Considere as questões mais importantes na vida: Quem sou eu? De onde eu vim? Por que estou aqui? Como posso encontrar significado e propósito? Como eu devo viver? O que acontece após a morte? A Bíblia aborda e responde a todas essas questões profundas e muito mais. E, embora a Bíblia não seja um livro de ciência, psicologia ou filosofia (e não deve ser abordado como tal), quando entendido em seu cenário histórico e cultural, é consistente com outras informações factuais. Na verdade, prova evidências científicas milhares de anos antes da ciência.Como a Terra gira ao redor do sol! (Era a Igreja Católica que pensava que a Terra era o centro e desacreditava Galileu e Copérnico, não a Bíblia!)
4. Sua Influência. A Bíblia influenciou quase todas as áreas da vida, da promiscuidade à política, ao acadêmico às artes. Sua mensagem mudou vidas ao longo das idades. Mais foi escrito sobre a Bíblia do que qualquer outro livro, e continua a ser um best-seller em todo o mundo.
A BÍBLIA PROVA-SE SER A PALAVRA DE DEUS
Impossível? Considere os seguintes fatos:
1. Sua precisão. A arqueologia comprovou consistentemente a precisão histórica da Bíblia. Os críticos afirmam que a Bíblia está cheia de erros e contradições. Normalmente, essas acusações são feitas com muito pouco conhecimento da Bíblia e nenhuma pesquisa "real" nas áreas que eles atacam. Quando eu leio esses livros sobre as contradições da Bíblia, eles são principalmente sobre versos retirados de seu contexto ou usando uma tradução desatualizada e interpretando erroneamente os significados da palavra em português (eles raramente vão para o grego ou o hebraico original) porque a linguagem muda ao longo do tempo.
Os historiadores costumavam pensar que a Bíblia estava errada quando disse que Abraão levou camelos com ele ao Egito (Gênesis 12:16). Eles discutiram furiosamente porque toda mente científica sabia que não havia camelos no Egito naquele momento. Até que os arqueólogos encontraram os ossos de um camelo datados de 2000 aC, (O tempo de Abraão). Mais tarde, outros arqueólogos encontraram cerâmica datada de 3000 aC com uma foto da cabeça de um camelo sobre ela. Eles também encontraram uma corda de cabelo de camelo tecida cerca de 2500 aC. Estes são apenas alguns dos milhares de exemplos. A arqueologia confirma consistentemente a precisão da Bíblia.
2. Sua Profecia. Qualquer um que estuda a Bíblia com qualquer quantidade de honestidade e esforço e compare as declarações proféticas com a história secular conclui que a Bíblia é um livro sobrenatural. Nenhum grupo de homens ou mulheres, por mais sábio, poderia ter sido tão preciso em prever o futuro.
Conforme mencionado anteriormente, o tema de toda a Bíblia é Jesus Cristo. E no Antigo Testamento você encontrará mais de 300 referências específicas à vida de Jesus. Muitos incluem detalhes específicos, escritos durante mais de mil anos até 400 anos antes de ele viver. Miquéias disse que nasceria na cidade de Belém (Miquéias 5: 2); Isaías disse que ele nasceria de uma virgem (Isaías 7: 14); Zacarias falou sobre a Sua cavalgadura em Jerusalém em um burro, enquanto as pessoas o chamavam de Rei (Zacarias 9: 9-10); Isaías deu uma descrição fantástica e poética da crucificação (Isaías 53), como no Salmo 22.
3. Seu efeito. A prova final de que a Bíblia é a Palavra de Deus é o efeito que teve em seus seguidores, como nunca houve trabalho ou cruzada. Todos, exceto um dos 12 discípulos, tiveram mortes dolorosas e horríveis. Considere os mártires e os sofredores dos cristãos ao longo dos séculos, e até hoje. Uma pessoa geralmente não sofrerá, mas morre por uma mentira, às vezes como é visto por grupos terroristas, mas não na escala e no decorrer do tempo como com o cristianismo! E isso é porque a Bíblia funciona!
Para levar as pessoas a experimentar seus produtos, os anunciantes vão desafiar os possíveis clientes para testar um produto. A Bíblia convida-nos a fazer o mesmo; Por exemplo, o Salmo 34: 8 afirma: Tente e veja que o Senhor é bom. Aqueles que sabem, que lêem e estudam a Bíblia, descobrem por si mesmos que ela entrega o que promete. Este é o teste final.

1

Comentários

Nenhum comentário